Flor do cerrado

Expedição sobre duas rodas para registrar o Cerrado entre o DF e Alto Paraíso

A distância de 400 quilômetros será percorrida por um cientista e um engenheiro florestal

Três ciclistas vão registrar o potencial e as belezas do bioma do Cerrado entre O Distrito Federal e o Alto Paraíso de Goiás, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A expedição sai na quarta-feira (29) e chega ao seu destino no dia 5 de outubro. Os dois são do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia. A distância a ser percorrida é de 400 quilômetros.

Paulo Moutinho é cientista sênior e cofundador do instituto. “A expectativa é reforçar a importância do Cerrado para os brasileiros e alertar, por meio da ciência, para se evitar as queimadas. Será uma expedição científica de bike”. Os outros ciclista são o engenheiro florestal Valderli Jorge Piontekowski e Márcio Bittencourt, especialista em navegação marítima.



O TransCerrado teve sua primeira edição em 2019, quando mais de 700 quilômetros foram percorridos de bicicleta, de Goiás Velho até o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, falando sobre conservação e desenvolvimento de agricultura sustentável no Cerrado.