Vacina Covid-19 DF técnica

Ministro anuncia terceira dose contra a Covid para profissionais de saúde

A nova aplicação deverá ocorrer pelo menos seis meses após a imunização completa

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que os profissionais de saúde do país receberão uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19. A decisão, anunciada por Queiroga nas redes sociais, foi tomada por gestores do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Segundo o ministro, a nova aplicação deverá ocorrer pelo menos seis meses após a imunização completa e preferencialmente com a vacina da Pfizer-BioNTech.



O Brasil registrou oficialmente 699 mortes ligadas à covid-19 nesta sexta-feira (24), segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass).

Também foram confirmados 19.438 novos casos da doença. Com isso, o total de infecções reportadas no país chega a 21.327.616, e os óbitos oficialmente identificados somam 593.663.



Em números absolutos, o Brasil é o segundo país do mundo com mais mortes, depois dos Estados Unidos, que somam mais de 686 mil óbitos, mas têm população bem maior. É ainda o terceiro país com mais casos confirmados, após EUA (42 milhões) e Índia (33,5 milhões).