TCDF prédio DF

Tribunal de Contas investiga seletivos realizados pelo Iges-DF

Os processos seletivos são alvos de representações do Ministério Público por algumas suspeitas

Três processos seletivos de pessoal realizados neste ano pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF) estão sendo investigados pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal. Há suspeitas de que os certames violaram princípios constitucionais da impessoalidade, da transparência e da moralidade.

Regidos pelos editais 69/2021, 14/2021 e 08/2021, os processos seletivos são alvos de representações do Ministério Público junto ao TCDF sobre supostas irregularidades que teriam resultado em subjetividade extrema e, por consequência, em grave violação do interesse público na escolha dos profissionais a serem contratados.



Em julho deste ano, o TCDF já havia determinado que o Iges-DF se abstenha de praticar qualquer ato relacionado à contratação de profissionais relativos aos processos seletivos 69/2021 e 14/2021, até que haja nova deliberação da Corte.

Na decisão mais recente, de 11 de agosto, a Corte determinou também a suspensão do processo seletivo 08/2021 e convocou dois médicos a prestarem esclarecimentos no prazo de 30 dias. Eles são alvos de denúncias de suposto favorecimento e acesso a informações privilegiadas. (Informações são da assessoria do TCDF)