Governo do DF adota teletrabalho como prática normal no serviço público

Governo do DF adota teletrabalho como prática normal no serviço público

Decreto que define os critérios para o trabalho em caso do servidor foi publicado hoje no Diário Oficial

Com 26 artigos e três páginas, foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal na edição de hoje (31), o regulamento que institui o teletrabalho na administração distrital. O sistema de trabalho em casa está instituído na administração direta, autárquica e fundacional.

O chamado home office foi criado a partir da pandemia da Covid-19 e agora passa a ser uma política permanente no serviço público do DF. O decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) afirma que o objetivo é aumentar a produtividade e a qualidade das atividades desempenhadas.



Ibaneis decreta feriadão como estratégia de segurança no dia 7 de Setembro

A outra finalidade é “economia tempo e reduzir” custo para melhorar a mobilidade urbana e economia gastos da repartição pública com o consumo de água, energia elétrica e outros bens e serviços disponibilizados.

O teletrabalho, integral ou parcial, será permitido a todos os servidores, estejam em estágio probatório, trabalhem em escala de revezamento ou plantão e desempenhem suas atividades no atendimento ao público externo. Mas tem algumas prioridades, como gestantes e lactantes, servidores com horário especial por motivo de saúde, tenham filhos, cônjuge ou dependentes com deficiência e com dependentes econômicos até seis anos ou acima de 65 anos de idade.