Palácio do Buriti GDF

Ibaneis decreta feriadão como estratégia de segurança no dia 7 de Setembro

O governador informou que haverá ponto facultativo no dia que antecede o feriado nacional no DF

As repartições públicas do Distrito Federal estarão fechadas na próxima segunda-feira (06), por conta de um ponto facultativo determinado hoje (26) pelo governador Ibaneis Rocha. Assim, haverá um feriadão de quatro dias, já que na terça-feira é comemorado o Dia da Independência do Brasil. Não haverá o tradicional desfile cívico-militar pela Esplanada dos Ministérios.

A decisão que foi confirmada há pouco ao Misto Brasília por Ibaneis, tem um caráter de segurança e a finalidade esvaziar a cidade de Brasília no dia que antecede às comemorações. No 7 de Setembro está previsto manifestações na Esplanada dos Ministérios, especialmente convocadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra o Supremo Tribunal Federal e os seus ministros.



A oposição também deve convocar os manifestantes para protestar contra o presidente. Há um temor sobre o ambiente político que pode provocar tumultos, principalmente na região do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do STF.

Um rígido esquema de segurança está sendo providenciado, já que o policiamento ostensivo caberá à Polícia Militar do DF. É provável que todos os manifestantes sejam revistados e não deve ser permitido mastros de bandeiras ou outro material que sirva como arma.

Bolsonaro voltou a dizer hoje que vai participar das manifestações. Numa entrevista à Rádio Jornal Pernambuco, afirmou que “acredito que esse movimento do dia 7, como todos os outros feitos por pessoas simpáticas ao nosso governo ou simpáticos àquilo que nós defendemos são movimentos extremamente pacíficos, você não acha um papel no chão”.