Mulher trabalho Misto Brasília

DF tem mais mulheres afetadas no ciclo menstrual pelo Covid-19

É o que diz uma entrevista realizada por um site a partir das infecções pela doença

As mulheres que foram infectadas pelo vírus do Covid-19 podem estar observando um outro reflexo decorrente da doença. Pesquisa anunciada pelo site especializado Trocando Fraldas, revelou hoje (26) que 19% das brasileiras perceberam alterações no ciclo menstrual. As irregularidades foram percebidas em 35% das mulheres dos 40 aos 44 anos.

Nas entrevistas com as pessoas 45 aos 49 anos, o relato de alterações teriam ocorrido em 27% delas. Entre as mulheres dos 30 aos 35 anos, o percentual é um pouco menor, 15% das participantes. A pesquisa foi realizada com 5 mil mulheres entre 8 a 14 de julho. Veja o quadro logo abaixo com o resumo do levantamento.



De acordo com o site, os dados por estados demonstram que as mulheres no Distrito Federal apresentaram mais alterações, com 64% das entrevistadas. Em São Paulo e no Rio de Janeiro pelo menos 24% das participantes perceberam seus ciclos diferentes após infecção pelo novo coronavírus. O Sergipe e Amazonas são os estados em que menos entrevistadas perceberam diferenças, com 13% das mulheres.