Centro-Oeste tem a gasolina mais cara e no DF litro custa R$ 6

Centro-Oeste tem a gasolina mais cara e no DF litro custa R$ 6

Comparado ao mês anterior, o preço médio do combustível avançou 0,94% nas bombas

Levantamento do Índice de Preços Ticket Log, durante a primeira quinzena de julho, indica que a gasolina no Centro-Oeste foi a mais cara do País, comercializada a R$ 6,022. No Distrito Federal, as bombas registraram o maior preço médio para o etanol, que foi comercializado a R$ 5,055. Já no Mato Grosso, o combustível foi encontrado a R$ 4,351 nos postos, a menor média da Região.

Comparado com o mês anterior, o preço médio do combustível avançou 0,94% nas bombas da região. Já o etanol registrou o menor preço médio do território nacional, a R$ 4,631.



“Em meio ao cenário crescente dos combustíveis registrado na região, o preço médio do etanol apresentou recuo de 0,58% em relação ao fechamento de junho. Em dois estados também houve redução. Em Goiás e no Mato Grosso do Sul, o combustível recuou 2,62% e 0,81%, respectivamente”, aponta Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

“Na relação 70/30 entre a gasolina e o etanol, os motoristas que abastecem em Goiás e no Mato Grosso podem optar pelo etanol como opção mais econômica. No Distrito Federal e no Mato Grosso do Sul, a gasolina é mais vantajosa para o bolso do consumidor”, completa Pina.