Concursos públicos devem ser retomados com abertura de 54 mil vagas

Concursos públicos devem ser retomados com abertura de 54 mil vagas

Os principais são do Banco do Brasil (com inscrições abertas), Receita Federal e INSS

Algumas provas de concursos públicos serão retomadas neste semestre, de acordo com a Estratégia Concursos. Estão previstas a abertura de mais de 54 mil vagas e, entre os grandes concursos, estão o Banco do Brasil, a Receita Federal e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Banco do Brasil – As inscrições para o certame já estão abertas. Todo o processo de candidatura deve ser realizado até o dia 28 de julho, através do site da banca organizadora, Cesgranrio, com taxa de R$ 38,00. O edital oferta 4.480 vagas, sendo 2.240 imediatas e outras 2.240 vagas para formação de um cadastro de reserva. As vagas são para Escriturário, de nível médio, abrangendo duas áreas de atuação: Agente de Tecnologia e Agente Comercial.

Os contratados receberão salários iniciais de R$ 3.022,37 para jornada de 30 horas semanais, além dos adicionais de auxílios-alimentação, refeição e outras gratificações. A aplicação da prova objetiva deve ocorrer na data prevista de 26 de setembro.

Diferente das últimas seleções do Banco do Brasil, esta é de abrangência nacional. Conforme o edital, o candidato pode escolher seu local de trabalho. A validade do concurso será de um ano, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.



Receita Federal – Foi solicitada a autorização para o novo concurso da Receita Federal, com previsão de 729 vagas. A expectativa é que sejam cerca de 230 vagas para Auditor Fiscal e 499 para Analista Tributário. A remuneração inicial é de até R$ 21 mil, e o cargos são para nível superior em qualquer área.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) – Solicitou abertura de um novo concurso com previsão ainda para este ano. São esperadas mais de 7 mil vagas em todo o país, com salário inicial superior a R$ 5 mil. Os cargos serão para os níveis médio e superior. “O pedido para o novo certame é necessário para substituir funcionários temporários e servidores que estão próximos de se aposentar. O INSS não realiza concurso desde 2015. Mesmo que a prova ainda não tenha sido confirmada, é um bom momento para buscar provas anteriores, focar em matérias cobradas do último concurso, como forma de preparação antecipada. O  concurso é federal e a concorrência será muito alta”, explica Victor Tanaka, especialista do Estratégia Concursos.