Plataformas digitais sobre educação tem melhor desempenho

Plataformas digitais sobre educação tem melhor desempenho

Pesquisa divulgada hoje leva em conta os acessos realizados em 2020 e neste ano

O segmento da educação foi o que mais cresceu no ano passado nas plataformas digitais, com alta de 60%, seguido do segmento financeiro (47%) e publishing – sites de conteúdo e notícias (28%). No primeiro trimestre de 2021, o setor continuou com grande representatividade, registrando aumento de 20% no total de interações nas redes sociais em relação ao mesmo período no último ano.

A pesquisa foi divulgada hoje (19) pela plataforma Comscore. Segundo o estudo, o total de usuários únicos que acessam os conteúdos educativos chegou a 78,7 milhões em março de 2021.  Em relação ao perfil do público, o segmento de Educação segue a mesma representativa do consumo de internet no Brasil: 43% são das classes A e B; 46% são da classe C; e 12% são das classes D e E.

“O impacto foi percebido pelo aumento do número de interações e no tempo gasto em consumo de conteúdos desta categoria na internet”, comentou o diretor geral da Comscore, Eduardo Carneiro. Entre as plataformas mais utilizadas pelas empresas, os posts no Facebook representaram 38% das ações; o Instagram veio em seguida, com 22% dos conteúdos patrocinados; na sequência estão o Twitter e o Youtube, com 21% e 18% do total de conteúdos, respectivamente.