Pandemia reforça tendência de imóveis mais amplos e com quintal

Pandemia reforça tendência de imóveis mais amplos e com quintal

Especialista aponta o aumento no tamanho das varandas, balcões e espaços integrados

A procura por imóveis mais amplos e abertos, impulsionadas pela pandemia de Covid-19, reforçam a tendência e dão continuidade no conceito de integração de ambientes. A observação é do diretor da URBS Imobiliária, Ricardo Teixeira, que leva em conta também uma pesquisa realizada pelo Imovelweb com 1.829 pessoas, divulgado em abril deste ano.

O levantamento aponta que 78% delas têm o desejo de trocar de imóvel diante do cenário atual. Do total de pessoas ouvidas, 38,39% apontaram que têm preferência por imóveis que tenham um quintal ou um terraço; 27,22% procuram uma varanda; 26,91% querem um imóvel maior; 21,48% querem mais ambientes e 16,68% buscam por um jardim.



“Estamos percebendo um aumento no tamanho das varandas, balcões, espaços integrados, para que haja mais ventilação e iluminação nos locais. Essa tendência ocorre também nas áreas comuns, com espaços mais abertos e multifuncionais. Com toda essa transformação e ressignificação pela qual passamos, notamos até ambientes para trabalhar o lado espiritual, investimento em espaços com muita água, contato com a natureza, elementos mais naturais como pedras, entre outros, também já estão sendo implantados nos novos empreendimentos após as novas necessidades do mundo”, comenta Teixeira.