CIA diretor William J. Burns

Chefe da CIA vem ao Brasil, mas motivo é mantido em segredo

William J. Burns se encontrou pelo menos com dois ministros que são generais

Na tarde de ontem (1º), chegou ao Palácio do Planalto William J. Burns, diretor da Agência Central de Inteligência norte-americana (CIA, na sigla em inglês), acompanhado pelo embaixador americano em Brasília, Todd Chapman, a fim de se reunir com o governo federal do país. Diplomata por 33 anos, Burns foi nomeado ao cargo pelo presidente Joe Biden em março deste ano.

O encontro com ele consta nas agendas dos ministros Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) e Augusto Heleno (Segurança Institucional). Na agenda de Bolsonaro não há nenhuma informação sobre a reunião com a autoridade americana. O vice-presidente Hamilton Mourão, por sua vez, classificou a visita do oficial como normal, afirmando que “são contatos com as contrapartes.

“É normal, chefe de serviço de inteligência, isso não é problema. É troca de informações. Duas nações amigas, não é problema”. Conforme informou o jornal Folha de São Paulo, a visita do chefe da CIA foi mantida em sigilo e não foi previamente anunciada.