Moinho de trigo da Bunge em Brasília retoma atividades

Moinho de trigo da Bunge em Brasília retoma atividades

A unidade de moagem de trigo da Bunge voltou a operar no Distrito Federal em junho, segundo informou a empresa nesta segunda-feira (14). O Moinho de Brasília atenderá os pedidos feitos no Acre, Rondônia, Tocantins, Mato Grosso e Goiás.

A empresa operava apenas o Centro de Distribuição (CD) desde 2018, quando a moagem foi suspensa para estudos de adequação. Incluindo o CD, a unidade emprega agora mais de 60 funcionários. Nesta fase, foram criados 40 postos de trabalho.

A fábrica tem capacidade para o processamento de 300 toneladas por dia, com beneficiamento da farinha de trigo para panificação, indústrias, consumo final, além de farelo de trigo. Com sete moinhos distribuídos pelo território nacional, a Bunge é a maior compradora e processadora de trigo no Brasil, processando mais de 1 milhão de toneladas por ano.

“Com a moagem em Brasília, fortalecemos nossa posição de originação (compra) para aproveitar melhor a produção de trigo local e oferecemos estrutura de atendimento mais ágil e eficiente aos nossos clientes do Centro-Oeste e de alguns estados do Norte do país, melhorando, assim, nossa competitividade”, explicou o vice-presidente de Trigo e Derivados da Bunge, Junior Justino.