Morto hoje o maior chefe de milícia do Rio de Janeiro

Morto hoje o maior chefe de milícia do Rio de Janeiro

Ecko, ou Wellington da Silva Braga, o chefe da maior milícia do estado, foi detido na Comunidade das Três Pontes, em Paciência. A operação de captura do criminoso mais procurado do Rio terminou na manhã deste sábado (12). Mais tarde, a polícia informou que o miliciano foi morto ao receber dois tiros perto do coração. Atualizado às 10h41.

A sua quadrilha controla uma vasta área da Zona Oeste e algumas regiões da Baixada Fluminense, explorando diversas atividades nas comunidades.

O miliciano foi detido no âmbito de uma operação coordenada pela Subsecretaria de Planejamento Operacional. Na quinta-feira (10), o delegado Rodrigo Oliveira autorizou colocar o plano de captura em prática, segundo o G1.  Em razão da data, a operação foi denominada Dia dos Namorados. Ao longo de seis meses de investigação, a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPim) concluiu, com base em informações da inteligência, que este seria o dia ideal para capturá-lo, informou o jornal Extra.