NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Mastercard anuncia que tirou patrocínio para a Copa América

Um porta-voz da empresa disse que esta foi a primeira vez que a marca tomou tal decisão desde 1992
Estádio Mané Garrincha DF Brasília
Estádio Mané Garrincha está pronto para receber os jogos da Copa América/Divulgação/flamengo

A Mastercard informou nesta quarta-feira (09) que decidiu retirar suas marcas da Copa América deste ano. A decisão significa que a empresa não colocará sua marca dentro de estádios ou em materiais promocionais no Brasil. No entanto, respeitará o seu contrato como patrocinadora do torneio, cujo valor não foi divulgado. Mais tarde, a empresa brasileira de bebidas Ambev também disse que não vai promover a competição. Atualizado às 17h38

“Após uma análise cuidadosa, decidimos não ativar nosso patrocínio à Copa América no Brasil“, disse a gigante dos cartões de crédito em comunicado, reproduzido pela agência AFP.

Um porta-voz da empresa disse que esta foi a primeira vez que a Mastercard tomou tal decisão desde que começou a patrocinar o campeonato sul-americano de futebol em 1992. A decisão da empresa de pagamentos ocorre no momento em que a transferência do evento para o Brasil vem recebendo críticas, com o país enfrentando um possível terceiro surto da Covid-19.

Mais noticias

Slider