NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Fiocruz e AstraZeneca assinam acordo para transferência de tecnologia

Com o contrato e o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), o Brasil vai produzir uma vacina totalmente nacional
Laboratório Fiocruz
Laboratórios brasileiros também estão integrados a um esforço para encontrar uma cura para a Covid-19/Arquivo/Itamar Crispim/Fiocruz

A Fiocruz assinou com a farmacêutica AstraZeneca o contrato que transfere a tecnologia do imunizante contra a Covid-19 para produção do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) no país. Essa tecnologia permite produzir uma vacina totalmente nacional. De acordo com a presidente da fundação, Nísia Trindade Lima, a fabricação do IFA se inicia agora, no mês de junho. Assim, se espera que as primeiras doses 100% brasileiras estejam disponíveis em outubro, segundo o portal G1.

Além disso, no mesmo dia, o Brasil recebeu mais 936 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech. Está previsto que nesta semana a farmacêutica entregue no total 2,4 milhões de doses. O país confirmou mais 2.346 mortes e 77.898 casos de COVID-19, totalizando 465.312 óbitos e 6.625.572 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Mais noticias

Slider