NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Fraga diz que amará a mulher que morreu pela Covid pelo resto da vida

Ex-parlamentar anunciou ontem à noite a morte da esposa Mirta, mais uma vítima da peste no Distrito Federal
Mirtes Fraga vítima da Covid-19 DF
Mirtes estava internada há dois meses na UTI e não resistiu ao vírus da Covid-19/Arquivo pessoal

O próprio ex-deputado Alberto Fraga (DEM) anunciou o falecimento da esposa, Mirta, 56 anos, na noite passada em consequência da Covid-19. Ela estava internada há dois meses na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Helena de Brasília.

“Lamentavelmente e com muita tristeza me dirijo a vocês para informar o falecimento da minha querida e amada esposa Mirta Fraga. Foram 40 anos de convivência e de muito amor. Ela partiu, mas deixa um legado de coisas boas, deixou muitos amigos e amigas que a amavam e a admiravam”, escreveu Fraga.

O ex-parlamentar também contraiu a peste, mas conseguiu se recuperar no final de março passado. “Meu amor, vc parte agora, mas tenha certeza que sempre foi amada e será pelo resto da minha vida. Cuidarei dos nossos filhos como vc cuidava: com zelo, amor e dedicação. Te amo e sempre te amarei!”.

Na manhã desta terça-feira (25), a taxa de ocupação e UTIs no Distrito Federal atingiu 94,81%. Dos 473 leitos mobilizados pela rede, 183 estão bloqueados e 15 estão vagos. Nos hospitais particulares, 100% dos dois leitos de UTI destinados ao tratamento das crianças com Covid estão ocupados. Para os adultos, há 34 vagas, e com isso, o nível de lotação é de 86,23%.

Mais noticias

Slider