NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

STF pode suspender as provas do concurso da Polícia Federal

O assunto está sendo analisado em sessão virtual. Relator votou a favor do adiamento das provas previstas para domingo
Academia de Polícia PF
Depois de aprovado no concurso, candidato terá treinamento na academia em Sobradinho/Arquivo

As provas do concurso da Polícia Federal previstas para acontecer no domingo (23) podem ser novamente suspensas. Esta possibilidade está sendo analisada na sessão extraordinária no plenário virtual convocada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux. O relator foi o ministro Edson Fachin, que votou pela suspensão das provas do concurso. Estão inscritos mais de 320 mil pessoas.

“Havendo este Supremo Tribunal Federal reconhecido a legitimidade dessas medidas restritivas, desde que amparadas em evidências científicas, não pode a União, sem infirmar ou contrastar essas mesmas evidências, impor a realização das provas e a ofensa aos decretos locais, havendo razões e recomendações das autoridades sanitárias que amparam as restrições locais”.

Em nota conjunta com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), responsável pela organização da prova, a Polícia Federal chegou a informar, na quinta-feira (20), que o concurso está mantido em todo o território nacional. De acordo com a corporação, a decisão foi fundamentada por um parecer chancelado pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, segundo a agência Estado.

Mais noticias

Slider