NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Motoristas de vans fazem manifestação pela volta de auxílio

A categoria se concentra com seus veículos nas proximidades do Palácio do Buriti. Eles querem também a suspensão de taxas
Transporte escolar van
As vans do transporte escolar ficaram sem renda com a suspensão das aulas presenciais/Arquivo/Agência Senado

Pelo menos 600 proprietários devem se concentrar com seus veículos nesta manhã ao lado do Palácio do Buriti, sede do governo distrital. A categoria faz uma manifestação para que o governador Ibaneis Rocha (MDB) autorize novamente o pagamento do auxílio de R$ 1,2 mil para compensar as perdas do transporte escolar com a suspensão das aulas presenciais.

O auxílio foi pago em duas parcelas no ano passado e depois suspenso. Chamado de Programa Mobilidade Cidadã, o benefício atendeu a 1,8 mil proprietários de vans autorizados a transportar alunos da rede particular e pública de ensino. A categoria reclama que a renda caiu bruscamente e mesmo com as novas alternativas para pagar as contas, não conseguem se sustentar.

Além do auxílio, os motoristas de vans escolares querem que o governo do Distrito Federal suspenda as taxas das licenças para que os veículos passam circular. O valor é de cerca de R$ 1 mil e diante da atual circunstância, não há como pagar o valor.

Mais noticias

Slider