NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Pesquisa vai apontar as desigualdades no DF em dez áreas

No próximo dia 11, a Agenda 10 DF será apresentada e detalhada aos deputados distritais da Câmara Legislativa
Pobreza
As desigualdades sociais e econômicas são bem acentuadas no Distrito Federal/Arquivo

Começou ontem (03) a pesquisa para medir o nível de desigualdades no Distrito Federal. O levantamento que é feito pela internet é uma sequência do Mapa das Desigualdades elaborado pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) e o Movimento Nossa Brasília, com apoio da Oxfam Brasil. A Agenda 10 DF analisa as questões de resíduos sólidos, tratamento de esgoto, água, mobilidade urbana, educação, trabalho e renda, saúde pública, orçamento público, cultura e equidade social.

“Reconhecemos que as desigualdades do DF são enormes e estruturantes do nosso território e sabemos que há muito mais a ser feito do que o que propomos na Agenda. No entanto, apostamos que é preciso começar de algum lugar e apresentamos as nossas sugestões. São 10 passos possíveis de serem realizados em 2021. Basta vontade política”, comentam Cleo Manhas e Leila Saraiva Pantoja, assessoras políticas do Inesc e responsáveis pela publicação.

No próximo dia 11, a Agenda 10 DF será apresentada aos deputados distritais da Câmara Legislativa, com transmissão ao vivo, às 15h30. “Levando em conta o contexto da pandemia, a medida 10, de garantia de mais recursos para saúde, parece-nos ser a primeira a ser tomada”.

Mais noticias

Slider