NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Maioria quer volta dos R$ 600 no auxílio emergencial

Foi o que apontou uma pesquisa divulgada hoje pala CNT que avalia também o desempenho do governo Bolsonaro
Celular auxílio-emergencial
Ainda não foi decidido pelo Congresso e governo sobre o futuro do benefício/Arquivo/Jornal Contábil

A pesquisa de opinião realizada pelo Instituto MDA apontou que 70,2% dos entrevistados querem o retorno do auxílio emergencial com valor de R$ 600. Na avaliação divulgada hoje e contratada pela Confederação Nacional de Transporte, a maioria aponta que o presidente Jair Bolsonaro não é o principal culpado pela pandemia.

Sobre a atual duração da pandemia, em comparação ao esperado em março de 2020, 46% da população observa que é muito maior do que o esperado. Já em relação ao número de mortes, para 47,8%, é muito maior do que o esperado. a avaliação do governo Bolsonaro é negativa para 35,5%, positiva para 32,95, regular para 30,2%.

Para 62,8% dos entrevistados afirmam que serão vacinados, quando chegar a sua vez, qualquer que seja o fabricante da vacina.

Mais noticias

Slider