NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Filhote de anta que nasceu no Zoológico de Brasília se chama Pepino

Ele é filho do Melão e da Melancia, duas antas que chegaram órfãs à Brasília e se reproduziram em cativeiro
Filhote de anta Zoológico de Brasília
Filhote de anta de pais órfãos nasceu no dia 18 de janeiro no Zoo de Brasília/Ivan Mattos/Zoológico de Brasília

O filhotinho macho de anta, nascido no Jardim Zoológico de Brasília, já tem nome. Ele vai ser batizado de Pepino, uma escolha feita por 3.265 pessoas da comunidade que votaram na eleição realizada pelas redes sociais. Ao contrário do que pode sugerir o nome, Pepino não é problema – é solução.

O bebezinho-anta é fundamental para ajudar a reverter a situação de ameaça de extinção da espécie. Pepino vai contribuir também na educação ambiental e conscientização de crianças e adolescentes que visitam o Zoo, informou a Agência Brasília.

O novo morador do Zoo nasceu no dia 18 de janeiro. Ele é filho do Melão e da Melancia, duas antas que chegaram órfãs à Brasília e se reproduziram em cativeiro. “Esses indivíduos atingiram a maturidade e, com todos os cuidados que tivemos, conseguiram se reproduzir bem em uma tentativa recente”, comemora o biólogo Filipe Reis, diretor de Mamíferos do Zoo.

A anta é o maior mamífero brasileiro. O animal é o maior  responsável pela disseminação de sementes na floresta, sendo conhecido como o jardineiro da floresta. “Esse filhote vai poder contribuir para a conservação da espécie no zoológico”, atesta Filipe Reis.

Mais noticias

Slider