NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Mortes e casos da Covid no DF têm crescimento no DF

Brasil registrou oficialmente 1.316 mortes ligadas à Covid-19, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde
Placa educativa use máscara
Continuam os apelos para que todos usem máscaras e tomem cuidados especais com o Covid-19/Arquivo/Agência Brasília

O Brasil registrou oficialmente na quinta-feira (21) 1.316 mortes ligadas à Covid-19, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Também foram registrados 59.119 novos casos confirmados da doença. Com isso, o total de infecções oficialmente identificadas no país subiu para 8.697.368, enquanto os óbitos chegaram a 214.147 desde o início da epidemia.

Diversas autoridades e instituições de saúde alertam que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação. Ao todo, 7.580.741 pacientes se recuperaram da doença no país, segundo dados do Ministério da Saúde. O Conass não divulga número de recuperados. A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes está em 101,9 no Brasil, a 21ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino, Andorra e Liechtenstein.

No Distrito Federal, o número de mortes subiu para dez (aumento de 66%) e totalizam 4.452 desde março. O de novos infectados pela doença é de 834 (aumento de 34%) nas últimas horas, subindo para 267.340. A ocupação de leitos de UTIs destinados para os doentes da Covid-19 é de 64,16% na rede pública hospitalar e de 77% na rede particular.

Casos da Covid-19 nas regiões administrativas do Distrito Federal em 22 de janeiro de 2021 — Foto: SES-DF/Reprodução

Mais noticias

Slider