NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Chile é o primeiro país sul-americano a aprovar uma vacina

O imunizante foi desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer e a empresa alemã de biotecnologia Biontech
Covid-19 vacina
Mais dois pontos de vacinação drive-thru serão ativados no DF/Arquivo/TR/IT

A agência reguladora de saúde do Chile comunicou, ontem (16), que aprovou o uso emergencial da vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer e a empresa alemã de biotecnologia Biontech e acrescentou que o imunizante poderá ser administrado a pessoas de mais de 16 anos no país.

Com isso, o Chile se tornou o primeiro país sul-americano a aprovar em caráter emergencial uma vacina contra a doença provocada pelo novo coronavírus. Outros países que já aprovaram a vacina da Pfizer-Biontech incluem Reino Unido, Canadá e Costa Rica.

O Instituto de Saúde Pública (ISP) recebeu a solicitação no dia 27 de novembro e pediu que uma comissão de especialistas analisasse os antecedentes apresentados pela Pfizer, que conduziu o processo quase paralelamente à sua avaliação nos Estados Unidos. (Da DW)

Mais noticias

Slider