NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Polícia faz nova operação contra a grilagem de terras no Distrito Federal

Desta vez, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão na região da Colônia Agrícola 26 de Setembro
Grilagem de terra 26 de Setembro
A ocupação na 26 de Setembro tem a participação de grileiros e de políticos/Divulgação/PCDF

Nesta manhã a Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu dez mandados de busca e apreensão contra pessoas acusadas de grilagem de terra na Colônia Agrícola 26 de Setembro. O local é muito conhecido pela ocupação irregular e pela forte interferência de políticos, que acabam protegendo os grileiros.

A operação de hoje chamada de Comando 26 tem como alvo duas organizações criminosas. De acordo com a polícia, os grileiros agem de “forma truculenta, ameaçando e expulsando os possuidores de chácaras e de lotes na região, e promovendo a venda (muitas vezes em duplicidade) de terras que, na verdade, integram o patrimônio da Terracap, e estão inseridas na Floresta Nacional de Brasília”.

Segundo ainda uma nota da PCDF, as investigações duraram um ano e trouxeram à tona a atuação de dois grupos rivais, compostos por ‘grileiros’ já conhecidos na Colônia 26 de Setembro, em conluio com indivíduos de alta periculosidade da região de Ceilândia, em uma disputa acirrada pelo poder sobre as terras públicas.

Mais noticias

Slider