NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Estátua gigante no DF alerta população sobre o trabalho dos enfermeiros

A obra com os braços cruzados, simulando um abraço, foi colocada na Estação Central do Metrô no Plano Piloto
Estátua enfermeira estação de metrô DF
Estátua tem a finalidade de alertar para o trabalho de enfermeiros e auxiliares nesta pandemia/Divulgação/Cofen

Uma estátua de dois metros e meio de altura tem chamado a atenção dos usuários da Estação Central do Metrô em Brasília. De braços cruzados que simulam um abraço, a obra presta uma homenagem aos enfermeiros que trabalham contra a pandemia do novo coronavírus. A boneca gigante faz parte da campanha #AbraceaEnfermagem, desenvolvida pelo Conselho Federal e pelos Conselhos Regionais de Enfermagem.

“A situação de enfermeiros, técnicos e auxiliares é insustentável no Brasil. Os nossos profissionais estão morrendo por causa das péssimas condições de trabalho. Enquanto isso, projetos que poderiam resolver problemas graves e melhorar a nossa vida estão parados há 10, 20 anos no Congresso Nacional. Isso tem que mudar”, considera o presidente do Coren do DF, Marcos Wesley.

O objetivo é sensibilizar a população sobre a atuação anônima de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, que persistem na linha de frente de combate ao coronavírus, muitas vezes sem o devido reconhecimento.

“Eu não sabia que a realidade desses trabalhadores era essa. Muito triste saber que quem trabalha para manter o sistema de saúde funcionando tem uma vida tão difícil. Os políticos precisam olhar pra essa situação. Vou publicar uma foto com a hashtag nas redes sociais, para demonstrar meu apoio a essa campanha”, concordou o morador de Ceilândia, o auxiliar administrativo Yago Barbosa da Silva.

Mais noticias

Slider