Damasco Síria

Zurique, Paris e Hong kong são as cidades mais caras do mundo

A nova edição do relatório de Custo de Vida Mundial mostra como a pandemia Covid-19 mudou o custo de vida em cidades ao redor do mundo desde o início de 2020. Além de uma visão geral da classificação deste ano, o relatório explora o impacto da Covid-19 nos preços dos bens de consumo. O relatório é a Pesquisa Mundial de Custo de Vida da The Economist Intelligence Unit (EIU), que compara os preços de quase 140 produtos e serviços em 133 cidades ao redor do mundo.

Assim como no ano passado, três cidades compartilham o primeiro lugar como o mundo cidade mais cara para se viver. Mantendo seu lugar no topo do ranking, Hong Kong agora é acompanhada por Paris e Zurique. Ambas as cidades ultrapassaram Cingapura e Osaka, que caíram para a 4ª e 5ª posições, respectivamente.

As 5 cidades mais caras País Cidade Índice WCOL (Nova York = 100) Movimento
1 Suíça Zurique 103 4
1 França Paris 103 4
1 China Hong Kong 103 0
4 Cingapura Cingapura 102 -3
5 Israel Tel Aviv 101 2
As 5 cidades mais baratas País Cidade Índice WCOL (Nova York = 100) Movimento
133 Síria Damasco 22 0
132 Uzbequistão Tashkent 29 0
130 Zâmbia Lusaka 30 -3
130 Venezuela Caracas 30 -2
129 Cazaquistão Almaty 33 2