NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Começa campanha contra o mosquito que transmite a dengue

Os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito podem ser confundidos com outras mais comuns, como gripes e resfriados
Agente de saúde dengue DF
Agente de saúde faz vistoria para checar foco do mosquito da dengue no DF/Arquivo/Agência Brasília

O Ministério da Saúde lança nesta terça-feira (24) a Campanha de Combate ao Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, doenças que podem gerar outras como a microcefalia e a síndrome de Guillain-Barré.  De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, de janeiro até setembro deste ano, foram notificados 928.282 casos prováveis (taxa de incidência de 441,7 casos por 100 mil habitantes) de dengue no Brasil.

O Distrito Federal registou 45.112 casos prováveis de dengue entre 29 de dezembro de 2019 e 26 de setembro de 2020. Os dados constam no boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde. O total de registros representa um crescimento de 0,27% em relação à semana anterior, quando havia 44.990 notificações. Já, na comparação com o mesmo período do ano passado, a alta é de 22,2%. Até o último levantamento, 44 pessoas morreram por conta da doença na capital do país.

Os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito podem ser confundidos com outras mais comuns, como gripes e resfriados. Por isso, é importante estar em alerta e, em caso de sintomas, procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados. No verão, com as chuvas, aumenta a proliferação do mosquito, que se reproduz em água limpa e parada.

Veja casos de dengue por região no DF — Foto: SES-DF/Reprodução

Mais noticias

Slider