NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Brasileiros preferem comprar roupas e acessórios nas lojas físicas

Pesquisa divulgada hoje mostra que o Instagram é o líder absoluto de divulgação para as marcas e que o consumidor é consciente
Loja roupa vendas
Consumidor continua com muitas incerteza para a economia no próximo ano/Arquivo/WoDo

A maioria dos brasileiros (89%) prefere adquirir roupas e acessórios em lojas físicas, 40% preferem comprar pela internet, seja sites ou aplicativos e 31% por WhatsApp. Esta é uma pesquisa realizada entre os dias 10 e 14 de setembro pela Hibou, empresa de monitoramento de mercado e consumo, com 1 mil entrevistados. A pesquisa foi divulgada hoje.

O modelo de negócio de envio de malinha de roupas na casa das pessoas também apareceu, com 2%, 74% dos brasileiros se sentem seguros de comprarem em loja presencialmente. O que a maioria dos compradores espera das lojas é o trio: controle de entrada, atendentes de máscaras e limpeza do ambiente.

O Instagram é o líder absoluto de divulgação para as marcas – 57% dos consumidores ficam sabendo de tudo pela rede social, 39% ainda preferem entrar na loja e “fuçar”. Canais de TV aberta apenas instigam 14% dos brasileiros. A eficácia do Instagram é tão grande que 67% dos entrevistados acreditam que as influenciadoras digitais são uma boa forma de divulgar seus produtos.

“O contato presencial ainda é predominante na categoria moda”, afirma Ligia Mello, sócia da Hibou e coordenadora da pesquisa. “O que está ainda mais evidente, na verdade, é a consciência dos consumidores“, explica, já que a pesquisa revela também que 71% dos brasileiros esperam das marcas uma cadeia produtiva mais consciente, com menos uso de água e sem crueldade animal e 51% querem processos humanizados, como origem da mão de obra envolvida transparente.

Mais noticias

Slider