NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Bolsonaro diz que vai revelar países que compram madeira ilegal do Brasil

Promessa foi feita durante um discurso da reunião de cúpula do Brics feita pela internet hoje pela manhã
Desmatamento floresta amazônica fiscalização
Perdemos 11 mil quilômetros quadrados de área de floresta entre agosto de 2019 e julho de 2020/Arquivo

O presidente Jair Bolsonaro usou seu discurso na abertura da Cúpula do Brics –grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul– para afirmar que nos próximos dias irá revelar quais países estariam importando madeira ilegal da Amazônia e contribuindo para o desmatamento da floresta.

No início de seu discurso na Cúpula –que neste ano acontece online por causa da pandemia de coronavírus–, falando de improviso, Bolsonaro voltou a acusar países críticos do seu governo de estarem importando madeira retirada ilegalmente da Amazônia. Segundo Bolsonaro, a Polícia Federal desenvolveu uma tecnologia que permitirá identificar a localização de madeira apreendida e também exportada.

“Então revelaremos nos próximos dias o nome dos países que importam essa madeira ilegal nossa, através da imensidão que é a região Amazônica, porque aí sim estaremos mostrando que esses países, muitos desses que nos criticam, em parte têm responsabilidade nessa questão”, afirmou o presidente. Segundo o presidente, boa parte dos países que criticam o Brasil pelo desmatamento da Amazônia fazem parte dessa lista que importa ilegalmente madeira brasileira.

Mais noticias

Slider