NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Bolsonaro vai escolher novo procurador-geral de justiça do DF

Lista tríplice a partir de uma eleição entre 345 procuradores será encaminhada ao presidente nos próximos dias
Procuradora da justiça DF Fabiana Costa
Atual procuradora-geral de Justiça, Fabiana Costa, está novamente na lista tríplice/Arquivo/Divulgação/MPDF

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai escolher nos próximos dias o novo procurador-geral de Justiça do Distrito Federal. Se prevalecer a eleição realizada ontem (22) entre os 345 procuradores, a escolha poderá recair entre a atual procuradora-geral, Fabiana Costa, que recebeu 247 votos, Cláudio Henrique Portela (172 votos) e Nardel Lucas da Silva (129 votos). O presidente não é obrigado por lei a obedecer a esta lista tríplice, como aconteceu na escolha do atual procurador-geral da República., Augusto Aras.

O mandato da atual procuradora-geral, a promotora de justiça Fabiana Costa, termina no dia 5 de dezembro. Ela foi nomeada em outubro de 2019 pelo então presidente Michel Temer (MDB). O próximo escolhido pelo presidente ocupará o cargo por dois anos. Na eleição, os procuradores puderam votar em até três candidatos. O governador Ibaneis Rocha (MDB) entrou, em novembro de 2019, com uma ação no Supremo Tribunal Federal para ter o direito de nomear o procurador-geral de Justiça.

Candidatos

Fabiana Costa Oliveira Barreto – a atual procuradora-geral de Justiça do DF é a terceira mulher a ocupar o posto. É integrante do MPDFT desde 2000 e atuou nas promotorias Criminal, Violência Doméstica, Júri e Infância. Cláudio Henrique Portela do Rego – promotor na Promotoria de Justiça Criminal de Taguatinga. Foi um dos conselheiros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e corregedor nacional do Ministério Público. Nardel Lucas da Silva – promotor de Justiça desde 1998, é titular da 8ª Promotoria de Justiça Criminal de Brasília. Foi diretor-geral da Escola Superior do MPDF.

Mais noticias

Slider