NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Bolsonaro na contramão diz que ninguém é obrigado a tomar vacina

Presidente da República disse hoje que o Ministério da Saúde não obrigará ninguém a tomar vacina
Presidente Jair Bolsonaro
Bolsonaro fez hoje comentários sobre a criação de empregos em 2020/Arquivo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou mais uma vez nesta segunda-feira que o Ministério da Saúde não vai obrigar ninguém a tomar uma vacina contra Covid-19. “Qualquer vacina aqui no Brasil tem que ter comprovação científica e tem que ser aprovada pela Anvisa e isso não é à toque de caixa”, disse Bolsonaro, em solenidade de anúncio de um estudo clínico de um medicamento para o tratamento da Covid-19.

“O Ministério da Saúde não obrigará ninguém a tomar vacina”, reforçou, após citar uma lei de 1975 que menciona essa não obrigatoriedade. O presidente não citou nominalmente o nome do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que trabalha para garantir a imunização da vacina chinesa da CoronaVac –o governo federal aposta na vacina britânica da Universidade de Oxford. Bolsonaro disse que “a pessoa está se arvorando e levando o terror perante à opinião pública”.

Mais noticias

Slider