NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Contrabando de cigarros teve crescimento de 75% no DF

O índice leva em consideração os dados entre 2018 e 2019, e foram divulgados hoje num levantamento feito pelo Ibope
Apreensão de cigarros
Apreensão de cigarros nesta semana em Carnaubais, no Rio Grande do Norte/Agência PRF

A participação do Distrito Federal no consumo de cigarros ilegais (crime do descaminho) passou de 12% em 2018, para 21% no ano passado, o que representa um crescimento de 75% em 12 meses. O levantamento foi divulgado hoje (02) pelo Ibope.

O Centro Oeste do Brasil é a região com maior crescimento no consumo de cigarros ilegais em todo o país. Nos últimos 4 anos, a participação do cigarro ilegal na região saltou de 28%, em 2015, para 64% em 2019. Os dados consideram a participação de mercado nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, mais o Distrito Federal.

Até abril deste ano, foram apreendidos no Brasil cerca de 50 milhões de maços de cigarros, 137 embarcações roubadas e mais de 1.350 veículos roubados foram recuperados. Apenas em 2019, o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia) causou um prejuízo de mais de R$ 750 milhões ao crime, segundo dados do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Mais noticias

Slider