NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

DF tem queda de 3% no consumo de energia elétrica em julho

A redução na capital federal não predominou nos demais estados, pois o consumo no país já se aproxima da recuperação
Estudo mostra que o consumo de energia está voltando ao normal em meio à pandemia/Arquivo/Divulgação

O Distrito Federal registrou uma queda de -3% no consumo de energia elétrica em julho (autoprodutor). Esse dado faz parte de um estudo divulgado hoje (11) pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Nos últimos 12 meses, a variação foi negativa de -1%. O setor que mais teve a redução de consumo, foi o setor de químico, com uma variação negativa de -21% num período de um ano. A redução de consumo na capital federal, no entanto, não predominou nos demais estados, já que o consumo de energia no país já se aproxima da recuperação, de acordo com o levantamento da CCEE.

O cenário mostra que nove estados apresentaram elevação no consumo de energia, com maior percentual verificado no Amapá (8%), e dois estados com estabilidade no consumo (Santa Catarina e Minas Gerais). A recuperação da demanda se deu em sete estados, enquanto, no livre, o consumo ainda se encontra em queda em apenas quatro estados.

Os dados preliminares levam em conta o consumo total do mercado cativo, em que o consumidor compra energia diretamente das distribuidoras, e do livre, que permite a escolha do fornecedor e a negociação de condições contratuais. Além disso, o estudo não considera os dados de Roraima, único estado não interligado ao sistema elétrico nacional.

Mais noticias

Slider