NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Veja os benefícios da amamentação para o bebê e para a mamãe

O leite humano possui benefícios como vitaminas, minerais como cálcio, ferro, fósforo, sódio, açúcar, proteínas
Aleitamento materno
A amamentação além de ser um ato de amor, é benéfico para a saúde da mamãe e do bebê/Arquivo/MS

A professora Mônica Barthelson afirma que a amamentação traz benefícios para a criança como oferecer uma melhor composição alimentar e proteção para toda parte imunobiológica. Para a mulher, protege também do câncer de mama. A observação da docente das disciplinas de Saúde da Mulher e Pediatria e Coordenadora da Liga De Pediatria da Faculdade São Leopoldo Mandic é por conta da Semana Mundial de Amamentação.

“Nos primeiros seis meses, com a amamentação exclusiva, não há necessidade de água, chá ou qualquer outro alimento se a criança estiver saudável e ganhar bem peso. É importante evitar o contato com outros bicos, como mamadeiras e chupeta”, afirma Mônica.

No Brasil, o mês de agosto foi instituído por Lei Federal como o mês do Aleitamento Materno. Ele é dedicado ao incentivo, promoção, proteção e apoio à amamentação.

A enfermeira responsável pelo Banco de Leite Humano do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (HUEM), Rosane da Silva, além de o leite materno ser um alimento completo, a mama é uma embalagem não descartável, o que previne a poluição ao diminuir a geração de lixo. “Um bebê mama em média mais de mil mamadeiras no primeiro ano de vida. Ao amamentar no peito existe economia de fósforo, gás, detergente, água, esponjas e escovas para lavar a mamadeira”, destaca.

Somado aos relatos de Rosane há economia também, pois caixas de papelão produzidas para embalar as mamadeiras e leites, latas de leites artificiais e as próprias mamadeiras de plástico e seus bicos de borracha são materiais de decomposição lenta. Reduzir o consumo destes materiais impacta positivamente na redução da contaminação da água e do solo.

De acordo com a nutricionista do Banco de Leite do HUEM, Cristina Techy Roth Stefanski, leite humano é inquestionavelmente o alimento mais adequado para o bebê e deve ser exclusivo até o 6º mês. Segundo Cristina, o leite humano possui benefícios de ordem nutricional, pois contém vitaminas, minerais como cálcio, ferro, fósforo, sódio, açúcar, proteínas, gordura e água na quantidade certa para o bebê, além de ser de fácil digestão e benefícios imunológicos, já que imuniza o bebê contra resfriados, gripes, pneumonias, otite, doenças de pele, cólera e reduz risco de alergias.

O aleitamento também traz vantagens para a mãe, pois ajuda o útero a recuperar seu tamanho normal, o que reduz o risco de hemorragia, auxilia na redução do peso, diminui as perdas de ferro, reduz o risco de câncer de mama e de ovário e reduz as chances de depressão pós-parto.

“O aleitamento materno pode melhorar a qualidade de vida das famílias, uma vez que crianças amamentadas necessitam de menos atendimento médico, hospitalizações e medicamentos, o que pode implicar menos faltas ao trabalho dos pais, bem como menos gastos e situações estressantes”, salienta Cristina.

Mais noticias

Slider