NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Executivo que comandou o HSBC vai presidir o Banco do Brasil

A escolha é muito parecida com o que aconteceu com Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central
Executivo André Brandão
André Guilherme Brandão, quando era presidente do HSBC, em depoimento numa CPI do Senado/Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O executivo André Brandão, que comandou o HSBC no Brasil desde 2012 e passou 11 anos no Citibank, será o novo presidente do Banco do Brasil. Ele vai substituir Rubem Novaes, que pediu demissão e deve ir para uma secretaria do Ministério da Economia. Brandão foi escolhido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente Jair Bolsonaro deu sinal verde para a nomeação.

A escolha é muito parecida com o que aconteceu com a presidência do Banco Central. Roberto Campos Neto era um alto executivo do banco Santander antes de assumir o cargo.

De acordo com a CNN Brasil, em 2015 André Brandão foi chamado a comparecer a uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) no Senado Federal que investigava contas brasileiras no braço suíço da instituição, escândalo que ficou conhecido à época como “Swissleaks”.

Na época, Brandão afirmou aos senadores não ter nenhum conhecimento sobre as contas mantidas por cerca de oito mil brasileiros na Suíça e manifestou reprovação à conduta de Hervé Falciani, ex-funcionário do HSBC no país europeu e delator do escândalo.

Mais noticias

Slider