NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Blogueiro bolsonarista é solto, mas terá restrições de liberdade

Oswaldo Eustáquio é investigado no âmbito do inquérito das fake news, que foi aberto pelo próprio STF
Ministro Alexandre de Moraes STF
Alexandre de Moraes disse que na decisão anterior, a determinação foi cumprida parcialmente/Arquivo

Texto de Welton Máximo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes soltou o blogueiro Oswaldo Eustáquio, mas impôs restrições à circulação dele. O pedido de prisão temporária, renovado na semana passada, venceu hoje (05).
O blogueiro está proibido de deixar o Distrito Federal e deverá manter distância de pelo menos um quilômetro da Praça dos Três Poderes e das residências dos ministros do Supremo. Eustáquio também não poderá usar redes sociais nem manter contatos com pessoas investigadas.

Na própria decisão que tinha prorrogado a prisão temporária por cinco dias, o ministro entendeu que a prisão do blogueiro não seria renovada e que ele deveria ser solto após o fim do prazo, que venceu hoje (5). Segundo Alexandre de Moraes, a manutenção temporária da custódia foi necessária para não prejudicar as investigações.

Investigado no inquérito do STF que apura o financiamento e a articulação de atos antidemocráticos, Eustáquio havia sido preso no último dia 26, em Campo Grande. Segundo a Polícia Federal, dias antes da prisão, ele tinha chegado a ir a Ponta Porã (MS) e se preparava para deixar o país.
(Welton Máximo trabalha na EBC)

Mais noticias

Slider