NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Ônibus do DF devem reduzir pela metade número de passageiros

Medidas de higiene foram recomendadas pelo Ministério Público para redução as condições para o Covid-19
ônibus DF
Usuários reclamam que os ônibus continuam lotados apesar da pandemia/Arquivo

O Ministério Público do Distrito Federal solicitou à Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) a redução de passageiros nos veículos de transporte coletivo a até 50% da ocupação máxima. As empresas de transporte público do DF devem remanejar os veículos de linhas menos utilizadas para aumentar a frota daquelas que mais recebem passageiros, além de aumentar a frequência de limpeza dos ônibus para diminuir o contágio da Covid-19.

A Semob deverá fiscalizações constantes para verificar o cumprimento da Lei Distrital nº 6.577/2020, que determina a obrigatoriedade da higienização dos ônibus durante a pandemia. Também requisita, no prazo de três dias, informações sobre as providências que serão adotadas para o cumprimento da recomendação.

“Muitos colegas de trabalho já se infectaram com o vírus, mas a empresa não se preocupa com a saúde dos colaboradores, não realizaram nenhum teste e muitos estão trabalhando com sintomas de gripe colocando em risco todo mundo”. Relatou uma cobradora de coletivo que não quis se identificar.

Mais noticias

Slider