NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Cancelada nomeação de pastor para coordenar índios isolados

A decisão atendeu a recurso do Ministério Público Federal (MPF), que demonstrou o risco de genocídio
Índios crianças
Indigenistas acham que o garimpo nas reservas vai acabar com a cultura indígena/Arquivo

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) cancelou nesta quinta-feira (21) a nomeação do antropólogo, pastor e ex-missionário evangélico Ricardo Lopes Dias para a Coordenação-Geral de Índios Isolados e Recém Contatados da Fundação Nacional do Índio (Funai).

A decisão atendeu a recurso do Ministério Público Federal (MPF), que demonstrou o risco de genocídio em caso de reversão da política brasileira de não forçar o contato com povos em isolamento voluntário, após a 6ª Vara Federal do Distrito Federal manter a designação de Lopes Dias ao cargo.

Além de antropólogo, Lopes Dias é formado em teologia e diz ter atuado por mais de uma década como missionário na Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB), organização fundada nos Estados Unidos, conhecida entre entidades indígenas por forçar o contato com grupos que escolheram viver em isolamento, e tentar evangelizá-los.

Mais noticias

Slider