NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Veja alguns trechos do que foi dito na reunião ministerial

Presidente usa e abusa de palavrões para orientar os ministros e diz que quer armar a população
Jair Bolsonaro
Bolsonaro festejou a operação contra o seu adversário político no Rio/Arquivo

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello determinou o levantamento do sigilo na íntegra do vídeo da reunião no Planalto de 22 de abril, entre o presidente Bolsonaro e os ministros. O vídeo foi citado por Sergio Moro como prova de alegadas interferências do presidente na Polícia Federal.

O presidente Jair Bolsonaro critica isolamento social: Olha como é fácil impor ditadura no Brasil. Por isso quero que povo se arme. Porque é garantia que ñ vai ter um filho da puta e impor ditadura. Chega um bosta de prefeito e manda ficar em casa. Se tivessem armado, iam p/ rua…quero todo mundo armado

Veja a íntegra da decisão do ministro do STF Celso de Mello

Trechos

Bolsonaro: Quem não aceitar minhas bandeiras (família, Deus, Brasil, armamento, liberdade de expressão,livre mercado) está no governo errado. Espere 22. A. Dias, Alckmin, Haddad, talvez Lula. No meu está errado. Quero escancarar questão do armamento. Porque povo armado jamais será escravizado

Bolsonaro: “Já tentei trocar gente da segurança nossa no RJ e não consegui. Isso acabou. Não vou esperar foderem minha família de sacanagem, ou amigo meu, porque não posso trocar alguém da segurança da ponta de linha…Vai trocar. Se não puder, troca o chefe; não pode trocar o chefe, troca o ministro”

Bolsonaro: Eu tô vendo o mais antigo aqui, o general Heleno. Ele sabe o que foi 64. Muitos aqui não sabem. Essa cambada que tentou chegar no poder em 64, se tivesse chegado, a gente tava fodido todo mundo…ia tá felicíssimo se tivesse cortando cana, ganhando 20 dólar por mês.

Bolsonaro: Olha como é fácil impor ditadura no Brasil.Por isso quero que povo se arme. Porque é garantia que não vai ter um filho da puta e impor ditadura. Chega um bosta de prefeito e manda ficar em casa. Se tivessem armado, iam para a rua…quero todo mundo armado.

Mais noticias

Slider