NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Encontrado na Alemanha esqueleto de mulher de 4,5 mil anos

Cientistas contaram que estava em posição de cócoras numa cova perto de um assentamento e não num cemitério
Esqueleto histórico
O esqueletro foi encontrado posição de cócoras é uma das mais antigas formas de enterrar os mortos/Philipp Roskoschinski/Divulgação

Arqueólogos descobriram um esqueleto de cerca de 4,5 mil anos numa escavação em Uckermark no leste da Alemanha. Os restos mortais seriam de uma mulher. Pesquisadores acreditam que ela teria sido enterrada entre 2.200 e 2.500 antes de Cristo, segundo afirmou Christoph Krauskopf do Departamento de Preservação de Monumentos do Estado de Brandemburgo, acrescentando que a maneira incomum de como a mulher estava enterrada dá a descoberta um “alto significado científico“.

Os arqueólogos Philipp Roskoschinski e Christoph Rzegotta, que fizeram a descoberta, contaram que o esqueleto foi encontrado em posição de cócoras numa cova perto de um assentamento e não num cemitério. Os pesquisadores acreditam que a mulher foi posicionada desta maneira no túmulo. “Nunca fiz uma descoberta como esta antes”, disse Roskoschinski ao jornal berlinense Tagesspiegel. A posição de cócoras é uma das mais antigas formas de enterrar os mortos conhecida. “No período Paleolítico e também no Mesolítico foram identificados esse tipo de funeral”, afirmou Roskoschinski. (Da DW)

Mais noticias

Slider