NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Maioria dos pais quer volta às aulas em julho no Distrito Federal

Esta é uma das conclusões de uma pesquisa realizada pelo Sindicato das Escolas Particulares a partir do resultado de 34 mil questionários
Escola DF ensino fundamental
Para driblar a falta de aulas presenciais, sistemas virtuais estão sendo usados pelas escolas públicas e privadas/Arquivo

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal divulgou uma extensa pesquisa sobre o retorno às aulas. Pelo menos 34 mil questionários eletrônicos foram respondidos com algumas conclusões. A principal delas é que a maioria (73,8%) dos pais concorda que o retorno às salas de aula deve ser gradual a partir de julho.

O presidente do Sinepe-DF, Álvaro Domingues Moreira Júnior, afirmou que um sistema híbrido de ensino (presencial e virtual) está sendo considerado para driblar a pandemia do coronavírus (vejo um vídeo logo abaixo). A afirmação leva em conta o resultado da pesquisa, já que 79% dos pais concordam com atividades remotas até se sentirem seguros com o fim da pandemia.

Veja o conteúdo da pesquisa realizada entre 11 e 18 de maio

O governo distrital ainda não definiu a data do retorno dos estudantes às escolas, mas um decreto ainda em vigor estabelece o reinício do ano letivo em junho.

Nas últimas semanas, o governador Ibaneis Rocha tem falado que as escolas da rede pública podem retornar somente em agosto. Ele já chegou a afirmar que o ano letivo estava perdido, mas essa colocação recebeu fortes críticas do meio pedagógico. Sobre o calendário escolar, 70% das pessoas que responderam o questionário optam pelo retorno gradual no mês de julho. A maioria sugere que seja a partir do dia 15 de julho e outros 24% defendem que seja logo em junho.

Mais noticias

Slider