Miranda quer Reserva Monetária no combate ao coronavírus

Deputado Luís Miranda DF
Miranda denunciou suposto esquema de corrupção na compra da Covaxin/Arquivo

O relator da Medida Provisória 909/19, deputado Luís Miranda (DEM-DF), decidiu destinar a ações de combate ao novo coronavírus os recursos da extinta Reserva Monetária, fundo criado em 1966 com parcela da arrecadação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

O fundo, que hoje não tem uma função específica, é administrado pelo Banco Central (BC) e encerrou o ano de 2018 com cerca de R$ 8,6 bilhões em ativos. A proposta está em discussão neste momento no Plenário. O Misto Brasília transmite ao vivo a sessão plenária.

Deputado questiona motivo de militares receberem auxílio-emergência – #COMPARTILHE o Misto Brasília

Segundo a MP original, os recursos do fundo seriam destinados ao pagamento da dívida pública federal. O relator, no entanto, aceitou emendas e vai passar os recursos ao Programa de Apoio ao Financiamento do Combate ao Coronavírus (Covid-19). “Acerca da conveniência política para tal medida, ela está mais do que justificada pela necessidade de se enfrentar a grave pandemia que assola o mundo, trazendo ao Parlamento a responsabilidade de apontar iniciativas e ações necessárias e, igualmente, fontes de recursos para apoiá-las”. (Com a Agência Câmara)

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas