Chips para detectar coronavirus vão custar R$ 1 milhão

Corpo de Bombeiros DF
Militares do Corpo de Bombeiros do DF fazem demonstração de equipamentos/Joel Rodrigues/Agência Brasília

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal vai receber extraordinariamente R$ 1 milhão para comprar cinco chips eletrônicos para detectar o novo coronavírus. O dispositivo será adaptado a dois equipamentos Veredus comprado na Copa do Mundo 2014.

Os recursos adicionais foram  autorizados hoje (15) através de um decreto publicado na edição extra do Diário Oficial do DF. “Todos são equipamentos já com protocolos de utilização e testados com sucesso em Singapura, HongKong e Taiwan”, confirma a chefe da comunicação do Corpo de Bombeiro, major Lorena Athaydes. O equipamento é capaz de analisar amostras de ar ou saliva em até duas horas.

O início da ação nos pontos de chegada ao Distrito Federal, como terminais rodoviários e aeroporto, deve começar ainda nessa semana. Os protocolos estão sendo elaborados com a Inframerica (administradora do Aeroporto Internacional de Brasília), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Polícia Federal, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Saúde, segundo informou a Agência Brasília.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas