NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Ministro da Educação escorrega feio novamente no português

Abraham Weintraub escreve “oje” e “paçado” em postagem para enaltecer obras do governo Bolsonaro
Ministro da Educação Abraham Weintraub
Weintraub viajou para os Estados Unidos e depois foi exonerado como ministro/Arquivo

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, atropelou novamente o vernáculo. Em postagem feita há cerca de uma hora no seu microblog, o ministro crava “oje” para definir o dia de hoje e “paçado” para dizer que “no ano passado…” Ainda escreve “intregramos” e “iscolares”. O certo seria entregamos e escolares.

Talvez o ministro tenha feito uma brincadeira ou queira se parecer um jeca, como ele mesmo disse que é. Mas mesmo nos livros que retratam caipiras, os textos levam em conta a escrita correta, como nas obras de Monteiro Lobato. O ministro, no mínimo, está ensinando errado.

Não é a primeira vez que o ministro não escreve corretamente. No seu texto de hoje, Weintraub parece que não sabe mesmo as regras da língua pátria. Em outra postagem, não dá para entender quando ele escreve “atas” e também deixa de corrigir a palavra ônibus. Esqueceu de inserir a letra “i”. Para um ministro da Educação seria o mínimo exigir que escreva corretamente.

Veja o que ele escreveu: “Oje, intregamos 120 ônibus iscolares a municípios de São Paulo. No ano paçado, mais de 1300 foram entregues em todo o Brasil”.

“O Governo já disponibilizou atas a estados e municípios para aquisição de mais 6200 ônbus. Espero que dessa forma a notícia chegue a todos”.

Mais noticias

Slider