NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Piora transporte público no Distrito Federal

É a percepção dos passageiros na segunda avaliação a ser divulgada na próxima segunda-feira
Ônibus rodoviária DF
Governo distrital reduziu o número de ônibus, porque reduziu o número de passageiros/Arquivo

A lotação em horários de pico continua com a pior avaliação dos passageiros no transporte público do Distrito Federal. Com o reajuste do preço da passagem em janeiro, essa percepção ficou ainda pior. E A região de Brazlândia permanece com alto índice de relatos de falhas mecânicas nos ônibus. Na terça-feira (18) haverá uma audiência pública na sede do Ministério Público do DF para discutir o sistema de transporte público.

Estes são alguns dos resultados que serão apresentados na segunda-feira (17) no segundo relatório trimestral do projeto “Como anda meu ônibus” no Distrito Federal. Os usuários do Sistema de Bilhetagem que responderam à pesquisa no período tiveram uma melhor percepção do serviço. Os dados foram coletados de 11 de novembro de 2019 a 25 de janeiro de 2020.

Também será apresentada a análise da execução orçamentária e financeira da política de transporte público rodoviário do Distrito Federal com base no Sistema Integrado de Gestão Governamental (Siggo) em 2019, quando foram gastos R$ 615 milhões. Desse valor, 93% foram pagos às cinco concessionárias que atuam no Distrito Federal: Viação Piracicabana, Viação Pioneira, Urbi Mobilidade Urbana, Auto Viação Marechal e Expresso São José.

Mais noticias

Slider