NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

DF tem a segunda menor taxa de informalidade do país

A taxa de desocupação na capital federal teve um pequeno declínio entre o terceiro e o quatro trimestre de 2019
Trabalhador informalidade
A informalidade no DF é uma das menores do Brasil, mas é preocupante/Arquivo

O Distrito Federal registrou a segunda menor taxa de informalidade do Brasil no quarto e último trimestre do ano passado, de acordo com pesquisa divulgada hoje (14) pelo IBGE. A taxa é de 29.6%, pouco acima do percentual de Santa Catarina, que é de 27.6.

A taxa de desocupação no DF caiu pouco menos de um por cento no mesmo período entre a população economicamente ativa. No terceiro trimestre era de 13.2% e agora é de 12.5%, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios–Contínua (PNAD-Contínua). A menor taxa média anual de desemprego caiu em 16 estados.

O PNAD-Contínua informa também que a taxa de subutilização da força de trabalho no Distrito Federal chega a 20.2%. Já o percentual de pessoas de 14 anos ou mais ocupada na semana de referência como conta própria é a menor do Brasil. Chega a 19.4%, segundo o IBGE.

A população ocupada cresceu em 23 unidades da federação. Apesar da queda da taxa de desemprego e da ocupação, 20 estados tiveram taxa recorde de informalidade, isto é, os empregados sem carteiras, os trabalhadores por conta própria sem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) e os familiares auxiliares.

Mais noticias

Slider