NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Alírio é exonerado do Detran-DF em meio a denúncias no PTB

Presidente do PTB estaria envolvido em irregularidades que afetam o mandato de Jaqueline Silva
Alírio Neto Detran-DF
Alírio Neto estava no cargo de diretor do Detran desde maio do ano passado/Arquivo

O Diário Oficial do Distrito Federal publica na edição de hoje a exoneração do ex-deputado distrital Alírio Neto (PTB), da direção-geral do Departamento de Trânsito do Distrito Federal. Valmir Lemos de Oliveira assume interinamente o cargo. É a segunda substituição do titular do cargo em nove meses do governo Ibaneis Rocha (MDB) e a segunda por envolver denúncias. Fabrício Moura, o primeiro indicado, também foi exonerado por esse motivo.

Oficialmente a saída de Alírio é por motivos particulares, mas nos bastidores a razão seria outra. Como presidente do PTB no DF, Alírio estaria envolvido diretamente nas irregularidades na eleição da deputada distrital Jaqueline Silva, que assumiu o cargo após disputa resolvida no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a suplente de deputado Telma Rufino (Pros).

De acordo com o Jornal de Brasília, o partido não enviou a lista de filiação dos candidatos para as disputas eleitorais de 2018 no prazo correto. O TSE receberia os documentos até o dia 13 de abril daquele ano, e a legenda não teria cumprido o prazo. Segundo o jornal, o próprio Alírio reconheceu que houve falhas na candidatura dos membros do PTB. Em ofício datado em 07 de janeiro de 2020,  o secretário-geral do PTB, Walisson Perônico, não filiou os candidatos do partido na data correta.

Em nota da assessoria de imprensa de Jaqueline Silva, a deputada alega que sua filiação está registrada no Sistema de Filiação Partidária. “A Justiça Eleitoral reconheceu por seu próprio sistema interno, sem qualquer consulta a relações ou listas de partidos políticos, a existência da filiação da candidata. Certidões emitidas pelo TRE-DF e pelo Tribunal Superior Eleitoral, atestam, de forma incontroversa”, diz a nota. Sobre a declaração assinada por Alírio Neto, ela afirma que “cabe a ele explicar eventual declaração”.

Mais noticias

Slider