NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

NOTÍCIAS

Líder do Cidadania queria um Malan na Economia

Deputado Arnaldo Jardim reclama que o governo está lento na modernização econômica do país
Deputado Arnaldo Jardim
Arnaldo Jardim gostaria de mais pressa na economia para que o Brasil volte a crescer/Reprodução vídeo

O líder da bancada do Cidadania na Câmara dos Deputados, deputado Arnaldo Jardim (SP), considera que o governo está muito lento em criar mecanismos para a modernização da economia. Jardim também não está gostando do comportamento do ministro da Economia, Paulo Guedes, que na opinião dele deveria falar menos e entregar mais.

“Tenho saudades do economista Pedro Malan”, que foi ministro da Fazenda entre janeiro de 1995 até janeiro de 2003. “Sua marca era a descrição”, resume. Arnaldo Jardim também reclama que o governo não tem se empenhado em discutir a reforma tributária no Congresso, assim como a reforma administrativa.

O parlamentar disse que o seu partido deseja que a reforma tributária ocorra por etapas e com base no texto da PEC 45, apresentada pelo líder da bancada do MDB, Baleia Rossi (SP). Jardim sugere primeiro a discussão para unificação do ICMS e depois em torno das medidas de simplificação e desburocratização fiscal.

No café da manhã com jornalistas hoje (13), Arnaldo Jardim também falou de eleições. “A sociedade está cansada da polarização. Agora não é mais tempo dos gladiadores, mas a hora é dos construtores”. Ele disse que gostaria que o apresentador Luciano Huck estivesse no Cidadania, que terá 145 candidatos próprios às prefeituras de São Paulo.

Mais noticias

Slider