Celina Leão: “Tivemos momentos conturbados”

Deputada Celina Leão DF Misto Brasília
Celina Leão é deputada federal pela bancada do Distrito Federal/Arquivo

A deputada Celina Leão (PP-DF) acredita que o Congresso Nacional apresentou mais pontos positivos do que negativos no ano passado. “A Reforma da Previdência se destaca nesse quesito. Os resultados irão aparecer nos próximos anos”, acredita.

Nas respostas às perguntas encaminhadas à parlamentar por e-mail, Celina Leão afirma que o “Parlamento não falhou, mas é preciso ter mais celeridade nos trabalhos e, isso, dependo dos próprios parlamentares”. Sobre os destaques de sua atuação, a parlamentar aponta seu trabalho na Subcomissão de Doenças Raras, que aprovou um projeto que amplia o teste do pezinho, “que representa um grande avanço”. A entrevista é uma série apresentada com os parlamentares da bancada federal do Distrito Federal.

A produção do Congresso Nacional neste primeiro ano da 56ª Legislatura foi a esperada pela sociedade? Em que o Parlamento falhou?

Tivemos um primeiro ano de mandato de muito trabalho e de pautas polêmicas, mas necessárias para que a mudança e os resultados que a população brasileira tanto espera do governo atual possa aparecer nos próximos anos. Acredito que o Parlamento não falhou, mas é preciso ter mais celeridade nos trabalhos e, isso, dependo dos próprios parlamentares.

Dentre as matérias aprovadas pelo Legislativo em 2019 quais na sua opinião vão contribuir para o crescimento econômico do País e uma vida melhor para os seus cidadãos?

Acredito que todas as matérias discutidas no Congresso Nacional atingem economicamente a família brasileira. Mas a Reforma da Previdência se destaca nesse quesito. Os resultados irão aparecer nos próximos anos.

E quais as propostas aprovadas pelo Congresso Nacional que trarão impacto negativo na vida dos brasileiros?

O ano de 2019 tivemos mais pontos positivos.

Que avaliação o senhor (a) faz do primeiro ano do governo Bolsonaro e da sua relação com o Congresso?

O primeiro ano do governo Bolsonaro foi marcado por expectativas. No início do ano ocorreu dificuldades de diálogos entre o presidente e o congresso nacional. No entanto, os dois lados perceberam que era necessária uma boa relação para que o Brasil crescesse. Tivemos momentos conturbados, mas acredito que tudo seja resultado de uma gestão de primeiro de ano de adaptação.

Destaque as principais propostas de sua autoria que foram apresentadas no ano de 2019

O ano de 2019 foi de intenso trabalho para mim. Apresentei 43 propostas legislativas na casa. Sou presidente da Frente Parlamenta em Defesa dos Direitos da Mulher, que lutou bravamente contra o projeto de lei que pretendia acabar com a cota dos 30% para as mulheres nas eleições. E vencemos! Fui responsável também pelas concessões solicitadas pelos militares na PL 1645/19 (proposta de mudanças no sistema de proteção social dos militares). Trabalhei assiduamente nas comissões as quais fui titular, nas aprovações de diversos projetos que beneficiam a população do DF. Quero destacar a Subcomissão de Doenças Raras. As doenças raras é uma batalha que me acompanha desde assumir o meu primeiro mandato como distrital. Em 2019 tive um projeto de minha autoria aprovado na Câmara Legislativa: teste ampliado do pezinho, que representa um grande avanço.

Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas

Assuntos Relacionados


Informativo Misto Brasil

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo gratuito no seu e-mail, todas as semanas