NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter.

Presidente da Funasa temia ser demitido pelo Twitter

Diário Oficial publica hoje a exoneração de Ronaldo Nogueira, que está sendo investigado na Operação Gaveteiro
Ronaldo Nogueira
Ronaldo Nogueira foi exonerado da presidência da Funasa após denúncias/Arquivo/Fábio Pozzebom/Agência Brasil

Diário Oficial da União publica hoje (12) a portaria da Casa Civil da Presidência da República com a exoneração, a pedido, do presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ronaldo Nogueira. Pelo que se informou hoje, Nogueira já temia ser demitido há alguns dias. Ele deixou isso transparente pelo Twitter.

Veja o que ele publicou na rede social no último dia 8. “Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.” (2° Coríntios 12:10) Bom fim de semana a todos”.

Na quinta-feira (6) da semana passada, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Gaveteiro, para apurar o desvio de valores do então Ministério do Trabalho, por meio da contratação de uma empresa do ramo da tecnologia da informação, em Goiás e em mais cinco estados.

Nogueira, que esteve à frente do ministro do Trabalho entre 2016 e dezembro de 2017, está entre os investigados na operação. Segundo a PF, o esquema criminoso desviou mais de R$ 50 milhões do ministério.

Mais noticias

Slider